Livro: Um Ano na Vida de Um Gênio
Autor (a): Stacey Matson
Editora: Geração Editorial
Páginas: 264
ISBN: 9788581303574
Sinopse: Eu, Arthur A. Bean, vou ser famoso. Não vai ser fácil, eu sei. A sétima série já está ficando em meu caminho. Meu verdadeiro amor, Kennedy, mal me nota, e a sra. Whitehead não entende meu gênio criativo. Além disso, Robbie Zack (aquele perdedor) pensa que eu roubo suas ideias, coisa que eu não faço. Não é trapaça se acontecer de você ler coisas de outra pessoa e, em seguida, ter uma explosão de inspiração. Tenho certeza de que é o que todos os escritores famosos fazem. E eu vou ser famoso. Eu só preciso ganhar o concurso de contos deste ano… Bem-vindo a um ano na vida de Arthur A. Bean. Ele é irreverente, ultrajante… E se as ameaç as de Robbie se cumprirem, ele está prestes a ter a cabeç a enfi ada no vaso sanitário!

Este livro divertido nasceu da tese de mestrado da autora na Universidade de British Columbia. Matson também dirigiu o programa de turismo e teatro do Parliament Hill, e criou os programas de interpretação do Museu Glenbow, Fort Calgary e do Aquário de Vancouver. Além de escrever, Matson gosta de jogar squash, esquiar, tocar piano e… Se vestir de princesa em festas de aniversário infantis!

   Você provavelmente não o conhecesse — ainda que deveria! —, seu nome é Arthur Aaron Bean, mas normalmente atende por Arthur. Ele passou um longo verão na casa dos avós em Balzac, mas agora está de volta ao prédio onde mora, bem perto da escola. Arthur é bem multitarefa e gosta de fazer várias coisas ao mesmo tempo, ainda que seu maior hobbie seja escrever. Ele adora Escrita Criativa, de modo que espera ansiosamente que tenham isso na aula e que ele não a perca. Arthur devia ser o melhor escritor no Ensino Fundamental I e pretendia continuar sendo nessa nova fase estudantil e ficar rico sendo romancista dali alguns anos.
   Arthur é recém-chegado a Terry Fox Junior High e a secretária lhe disse que está em uma classe com algumas pessoas da escola anterior — ainda que ele saiba que isso foi apenas para deixá-lo mais confortável, mas a verdade é que ela queria dizer “amigos” no lugar de “pessoas” e Arthur, bem, não tinha amigos. Não, ele até tinha amigos, um ou dois, não mais que isso, que não faziam parte das pessoas que escreviam coisas como “pençamentos”. 
   Numa trama divertida, repleta de alusões literárias e que promete agradar fortemente o público infanto-juvenil, Um Ano na Vida de Um Gênio, como já sabem, vai nos apresentar Arthur, um pré-adolescente que enfrentará desventuras em sua nova escola, enquanto tenta ganhar um concurso literário e provar que era verdade o que a sra. Lewis, antiga professora, havia dito: que ele era muito original e que prometia de verdade tornar-se a próxima J. K. Rowling.

Ela está com ciúmes do meu talento. Não posso vencer. A sra. Whitehead me odeia. Ela deixou isso bem claro. Acho que um autor famoso deve ter partido secretamente seu coração quando jovem.

   Quem me conhece sabe que eu (apesar dos 17 anos) sou fanático por Diário de Um Banana, e ter a chance de ler Um Ano na Vida de Um Gênio se compara muito bem ao prazer de ler a igualmente divertida e famosa série de Jeff Kinney. A narrativa, contudo, acontece de uma forma bem peculiar — nunca antes vista por mim. Com notação dos meses, ficamos cientes de toda a trama por meio do diário de Arthur, troca de e-mails, panfletos, anúncios, troca de mensagens com os professores e conversas com amigos, o que dá ao livro uma leveza extraordinária.
   A escrita, em suma, é bem simples e feita, fazendo jus ao gênero, para o público infanto-juvenil — o que não impede, claro, que o público totalmente juvenil ou adulto venha a gostar. A trama acontece de uma forma muito divertida. É como se os acontecimentos conversassem literalmente com quem lê, o que traz um dinamismo bacana e torna a obra um passatempo divertido, fluido e instigante — quem tiver com ressaca literária, é uma boa opção para descontrair. Eu tinha boas expectativas, e, bem, elas foram muito bem sanadas.
   Devido ao formato do livro, os personagens não são trabalhados em suas totalidades, e os privilégios ficam mais para o personagem principal, Arthur. Apesar disso, alguns de seus “amigos” acabam aparecendo, sim, e completam o pacote diversão, como é o caso de sua parceira de Escrita Criativa, Kennedy e Robbie, a quem Arthur presta tutoria. Nosso protagonista, contudo, talvez seja único problema do livro. Extremamente arrogante, insensível e egocêntrico, Arthur é alguém para se observar e divertir, mas jamais se inspirar! Vou lhe mostrar o porquê:

TRECHO DO DIÁRIO DE ARTHUR:
“Algumas pessoas são estúpidas. Pessoas como Robbie Zack, e como a sra. Whitehead (é a professora dele, gente!), por vir com uma punição de merda para cima de mim, porque ela sabe que provavelmente sou mais inteligente que ela, e que vou ser famoso e nunca lhe dedicarei um livro. Não vou incluí-la nos agradecimentos."

CARTA DE ARTHUR A UMA PROFESSORA:
“Além do mais, quem gostaria de ser amigo de caras como Robbie Zack? Eu não sou amigo de pessoas que escrevem ‘pençamentos’ com ç”. 

TRECHO DE UM POEMA ESCRITO POR ARTHUR (MORRI NESSA HORA):
Você nem sabe direito escrever
Parece que nem fez o fundamental
Mas acho que não saber gramática não vai lhe fazer falta
Já que seu destino é lavar quintal

   Viram só? Eu disse que o livro era divertido! Além disso, ganhou no Brasil uma edição bem bonita. A Geração Editorial, como sempre, teve um cuidado muito incrível com o livro, desde a divulgação a estrutura da edição, que possui uma capa muito bonita, que faz jus ao enredo, e uma diagramação feita com esmero e com um design interno composto por fontes e tamanhos diversos (o que agrada os pequeninos), contendo até umas poucas ilustrações.
   Por fim, deixo aqui um apelo para quem estiver procurando um livro simples, leve e, principalmente, divertido. Um Ano na Vida de Um Gênio é mais que recomendado. A resenha ficou bem curtinha, eu sei, mas não pensem que é porque eu esteja com preguiça. Não, não é, é simplesmente pelo fato de não haver muito o que ser abordado — além do que já foi dito. Vale ressaltar também que Um Ano na Vida de um Gênio é um livro educativo e mostrará muitas coisas boas e ensinamentos a quem lê, além de fazer com quem muitos se identifiquem com as experiências vivenciadas por Arthur. Uma leitura muito bem recomendada para as crianças. Bem, não só para elas, claro!

Primeiro parágrafo do livro: “Cara sra. Whitehead, como sabe, não fui à aula ainda, mas minha vizinha do lado, Nicole, sugeriu que eu lhe escrevesse uma carta, já que vou começar logo.” 
Melhor Quote: “Gentileza gera gente ilesa.”




Um Comentário

  1. Bacana demais, outro livro ótimo é esse aí https://www.clubedeautores.com.br/book/225083--PREVIDENCIA_PROPRIA#.WHN9Rlz-Xis

    ResponderExcluir

.