Livro: O Enigma das Estrelas
Autor: F. T. Farah
Editora: Geração Jovem
Páginas: 160
ISBN: 9788581301747
Sinopse: Uma aventura eletrizante, um enigma perturbador Antes de ser queimado em praça pública, um padre amaldiçoa Morro do Ferro. Pouco depois, luzes misteriosas começam a perseguir seus moradores. O vilarejo mineiro, cercado por erosões sinistras, é o destino das férias de julho de cinco amigos: Jonas, Alfredo, Carola, Carmem e Vicentinho.
No primeiro volume da saga Clube dos Mistérios, a turma é encorajada a acampar no topo do Morro dos Anjos. Uma experiência do outro mundo marcará suas vidas. Para sempre.
Prepare-se para desvendar o enigma das estrelas. Mas tome cuidado. Alguém pode estar observando seus passos...

     Um grupo de adultos resolve se encontrar em um vilarejo chamado Morro do Ferro, onde histórias assustadoras ainda perduram. Seus filhos, Jonas, Alfredo, Carola, Carmen e Vicentinho também embarcam nessa viagem e começam a presenciar acontecimentos estranhos.
     Jonas, o mais velho dentre a turma, tem pesadelos e escuta uma voz em sua mente. Curiosos, todos começam a especular sobre as lendas e teorias que pairam sobre aquela região e descobrem que muitos dos moradores afirmaram terem vistos “demônios”, ou melhor, alienígenas, por diversas vezes.
     Era um local realmente diferente, com uma energia assustadora. Havia buracos pelo seu solo e pessoas loucas perambulavam pela estrada contando histórias insanas.
     Nesse meio tempo, vemos nossos personagens se entrosarem mais. Jonas tenta se aproximar de Carola, que compartilha o mesmo sentimento amoroso por ele. E os demais se divertem nessa aventura, se apoiando um no outro nessa experiência estranha.
     Em um determinando momento, os pais das crianças decidem deixá-los acampar sozinhos na mata. É nessa ocasião que Jonas é capturado pelos alienígenas e usado como cobaia para vários experimentos. Mas os alienígenas tinham um objetivo maior para Jonas... Qual seria? Ele era o escolhido.

     O Enigma das Estrelas é um livro infanto-juvenil publicado pela Editora Geração com seu Selo Geração Jovem. Trata-se do primeiro volume da série Clube dos Mistérios.  Escrito por F. T. Farah, um autor nacional, e ilustrado por Samuel Casal, o livro já teve muito repercussão grandiosa. Leia a resenha abaixo e entenda o porquê.

     É uma obra extremamente leve. Sua narração, apesar de pouco detalhada e muito quebrada – ou seja, com excesso de pontuação e falta de continuidade – é bem aplicada ao público que o livro se direciona. Tem uma linguagem fácil e acessível, e é um livro repleto de diálogos.
     Iniciei-o com um pouco de hesitação, já que não aprecio livros infanto-juvenis pelos “pecados” que eles geralmente cometem. São livros que deixam a desejar em várias aspectos, mas há alguns que são tão bons que ficam em nossas lista de favoritos. Tudo depende de como foi desenvolvido.
     O Enigma das Estrelas não ficou nessa lista, no entanto. Não é um livro ruim, só não é um livro que alcançou o potencial que poderia. Com uma história brilhante ao redor de lendas e teorias realmente verdadeiras, o enredo dessa obra poderia ter sido bem mais surpreendente.

     Mas tenho que admitir que é uma ótima aposta para crianças, principalmente por contar com personagens infantis. A narração poderia ter sido mais focada nestes, mostrando melhor a personalidade de cada, já que são muitos. Acabei me confundindo bastante pelo número de personagens nessa história pequena, contudo, apreciei bastante o entrosamento deles.
     A trama em si é bem previsível, porém, isso definitivamente não é um ponto negativo para esta história. Achei que o livro, mesmo sendo obvio, aguçou a curiosidade do leitor. O tema alienígena sempre pode ser inovador, e creio que o autor, F. T. Farah, inovou e arriscou um pouco nesse tema.


     Mas todos os pontos negativos foram extremamente insignificantes nessa história. O que realmente me incomodou foi que o livro teve um clímax fraco e só abriu brechas e não fechou nenhuma. Creio que faltou um pouco mais de ação aí. Mas se ele tiver uma continuação, sem dúvidas, isto pode ser corrigido. As brechas poderão ser fechadas e enfim, a aventura poderá ser bem maior e mais conquistadora.
     A obra tem uma diagramação de cair o queixo! Além de ter uma capa realmente instigadora, todas as ilustrações interiores feitas por Samuel Casal é de arrasar. A própria organização da Geração Editorial foi bem criativa e não houve erro ortográfico que eu percebesse.
     Achei super criativo ter quadros de curiosidade no final de alguns capítulos. Eram quadros que falavam sobre as pesquisas a respeito dos ETS e sobre vários filmes que seguem esse tema na ficção cientifica. Gostei das as dicas cinematográficas e achei bem apropriado para as crianças terem contanto com essas informações.
     A mensagem do livro não é tão clara neste primeiro volume. Fala um pouco sobre o “amor” juvenil, o companheirismo, mas creio que muito foi guardado para um próximo livro, espero.
     É uma leitura que indico para quem gosta de livros bem leves, bem infantis e bem fáceis. Inclusive vou passa-lo adiante e indicar para meu irmão mais novo, com a certeza de que ele irá gostar muito de O Enigma das Estrelas.  

Primeiro Parágrafo:
"Passava das 11 horas da noite quando Bento deixou a fazenda do compadre Chico em sua velha camionete vermelha."

Melhor Quote:
“A criatura enfiou o cilindro em sua narina esquerda. Após sentir pontadas doloridas na cabeça, sua vista escureceu e ele, novamente, perdeu os sentidos” 


 


  


5 Comentários

  1. Confesso que gostei bastante dessa obra. Certamente é uma excelente pedida para o público juvenil. Espero ler outras obras do autor.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de Maio

    ResponderExcluir
  2. Poxa, me desmotivou um pouco. A capa é realmente linda e tinha me instigado a ler. Gosto de livros infanto-juvenis pois geralmente são os mais imaginativos, nesses livros tudo pode acontecer, pena se o autor não explorou tanto assim essa liberdade, mas espero lê-lo de qualquer forma.

    ResponderExcluir
  3. As resenhas que li sobre eram mais positivas, mas nem tão bem explicadas. Gosto de livros infanto-juvenis então acho uma boa pedida. Não achei a capa aquela coisa, mas pela foto a diagramação é realmente bem bonita.
    Gostei da resenha, bem resumida e explicada. Você e Gabi tem uma escrita parecida :3
    Até mais,
    Lie

    www.nossosmundos.com

    ResponderExcluir
  4. Oi! gostei da resenha, especialmente pela quantidade de detalhes que voce deu e mostrou nas fotos sobre o livro..
    nunca tinha visto algum blog fazer uma resenha assim, parabénsss!
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Não conhecia esse livro. mas concordo com vc em relação aos livros infanto-juvenis, eles pecam às vezes no desenvolvimento, mesmo tendo um ótimo plot.
    sete-viidas.blogspot.com

    ResponderExcluir

.