Livro: As Vantagens de Ser Invisível
Título Original: The Perks of Being a Wallflower
Autor (a): Stephen Chbosky
Editora: Rocco
ISBN: 9788532522337
Páginas: 224

Sinopse: Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se é real ou imaginário.

     Em As Vantagens de Ser Invisível conhecemos Charlie, um adolescente de 15 anos, que está começando amadurecer e explorar a vida. Ele tem muitos desafios para enfrentar: o recente suicídio de seu único e melhor amigo, as dificuldades escolares, seu primeiro amor e suas próprias questões existenciais. Entre tudo isso, ele precisa descobrir quem ele é e a que lugar pertence, e, acima de tudo, Charlie quer deixar de ser apenas um expectador e começar a atuar em sua própria vida.
     Quando ele conhece Sam e Patrick, dois irmãos que, como típicos adolescentes, acreditam em aproveitar a vida, a rotina de Charlie passa por muitas mudanças. Ele aprende sobre amizade, sobre como enfrentar situações totalmente novas, e como conviver com pessoas que são completamente diferentes dele. Charlie embarca em um processo de mudança e aprendizado incrível, nos levando juntamente com ele – e, sem mais, nos fazendo sentir infinitos.

     Há vários tipos de livros, e cada um nos marca de um jeito diferente. As Vantagens de Ser Invisível é o tipo de livro que te faz pensar sobre tudo – sobre sua vida, seu cotidiano, sobre quem você é. O personagem principal contribui muito para isso. Charlie é doce, altruísta, inocente e muito inteligente, mas, acima de tudo, ele é verdadeiramente puro. O que mais gostei sobre ele foi isso, como ele permanece fiel a si e as pessoas a sua volta, sem ver maldade onde tantos vêem – não me entenda errado, ele não é um santo. Charlie bebe, fuma e fala palavrões, mas seu coração é essencialmente puro.
    A verdade sobre Charlie é que ele sempre foi incompreendido, já que pensa diferente da maioria das pessoas. Sua vida é marcada por traumas, como o suicídio de seu amigo e a morte de sua tia, de quem era muito próximo, e o adolescente acabou por viver um dia de cada vez, um tanto preso em sua própria mente.
    O livro é todo narrado por cartas, escritas por Charlie e endereçadas a “seu amigo especial”. É como um diário, no qual em cada carta Charlie conta detalhadamente sobre seu dia, suas ações, seus pensamentos e reflexões. É desse modo que nos aproximamos de Charlie, que conseguimos sentir, através da leitura, que fazemos parte de sua vida. É quando sua ingenuidade e a disposição de sempre estar lá para ajudar nos marcam e nos fazem refletir sobre nossa própria vida.
    Tenho apenas uma ressalva com o livro, que é o modo como terminou. Não foi um final ruim, apenas deixou muitas lacunas a serem preenchidas. O autor resumiu toda a complexidade de Charlie em um fato, — que apesar de forte, não deveria definir a vida inteira dele. Ele também não deixou claro se Charlie sofre ou não algum distúrbio, o que parece ser certo, devido ao fato de que, ao decorrer da história, ele tem algumas crises e se comporta de maneiras um tanto anormais.
    O autor, Stephen Chbosky, aborda temas polêmicos – homossexualidade, gravidez na adolescência, violência doméstica, drogas e bebidas –, mas o modo que os personagens enfrentam as situações que lhes são apresentadas é o que marca o leitor, e acaba, por fim, o fazendo mudar seus próprios conceitos.
    É difícil expressar em palavras como esse livro me tocou. Eu ri, chorei e senti como se estivesse vivendo as situações que me foram descritas. A abordagem singular é um diferencial, e talvez, por isso, não seja uma obra que todos consigam gostar ou compreender, já que conta com pontos profundos e até um tanto poéticos.
     Entretanto, acima de tudo, é um daqueles casos em que mais é menos. Trata-se de um adolescente simplório, que leva uma vida simplória, contados a partir de uma narrativa e expressões simplórias. Mas, essa simplicidade esconde uma história muito complexa, em que você precisa extrair as lições e pensamentos. Não se deixe enganar por essa modestidade, pois isso torna a história única, inesquecível. Infinita.
Primeiro parágrafo do livro:
"Querido amigo,
Estou escrevendo porque ela disse que você me ouviria e entenderia, e não tentou dormir com aquela pessoa na festa, embora pudesse ter feito isso. Por favor, não tente descobrir quem ela é, porque você poderá descobrir quem eu sou, e eu não gostaria que fizesse isso. (...)"
Melhor quote:
“A gente aceita o amor que acha que merece.”


36 Comentários

  1. Eu devo ser completamente insensível! Não consegui gostar deste livro, nem do filme para dizer bem a verdade! Li o livro e assisti ao filme, apenas pelo atores!
    Mas eu sou um caso aparte,acho que 99% das resenhas são positivas. '-'

    ResponderExcluir
  2. É difícil fazer resenha dele não é? Nem tem como expressar o quanto é bom, se eu fosse tentar não sairia tão bem assim. Caramba, é tão fofo! Quem aí não teve vontade de arrancar o fofo do Charlie do livro e dar uns abraços nele? Ahh eu tive! xD
    Ele é fofo demais *-*
    A unica coisa que achei ruim foi não saber pra onde diabos ele manda essas cartas....quem leu? Acho que não vou saber tão cedo...
    Bem...
    Nós somos infinitos! =P
    ps: e o amor por esse livro também *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse e o tipo de livro que faz você ter raiva de si mesma. Por que você sabe que vai rir, chorar, gritar , fazer o escambau e mais um pouco . Em outras palvras : Esse livro é infinito !

      Excluir
    2. Eu entendi que o tal amigo especial na qual ele envia as cartas é o próprio Leitor. Pelo menos eu me identifiquei com isso, eu terminei o livro e fiquei com isso Martelando na minha cabeça ai me veio essa ideia que o amigo especial seria eu mesma, a leitora.

      Excluir
    3. Foi o que eu achei a partir de algumas cartas lidas

      Excluir
  3. Gabi, eu só assisti o filme, e, mesmo tendo comprado o livro, ainda não o li. Sei lá, acho que perde a graça assistir o filme e depois ler a mesma história :/


    Beijos,
    Caroline.
    http://criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você deveria ler o livro , no livro conta bem mais sobre o Charlie do que você pode imaginar.

      Excluir
  4. Sou muito curioso pra ler o livro. Li várias resenhas sobre o livro, e todas me agradaram, tb sou curioso pra ver o filme ,mas gostaria de ler antes de assistir pois já vi comentários de pessoas que assistiram o filme e depois não gostaram tanto do livro. Beijoos!
    Lauro,
    http://entreversosepaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Gabi!
    Ah eu adoro esse livro, ele faz você sentir coisas que você nem imagina, um dos livros mais emocionantes que já li, Charlie é um menino simples e com essa simplicidade te conquista, os assuntos abordados são bem explorados pela época que o livro se passa! sem dúvida entra na listas dos favoritos!! Somos Infinitos!!

    Beijos,
    lovesboksandcupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Esse livro faz tanto sucesso mas eu nunca sentir "muita" vontade de ler, depois da sua resenha comecei a mudar de ideia. Vou dar uma chance ao livro :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. As Vantagens de Ser Invisível, virou meu livro preferido, mesmo antes de terminar ele. As Cartas de Charlie foram excenlentes. Assim como você, ri, chorei e me senti naquele livro. Quem não queria ter Sam e Patrick como amigos? O que faz As Vantagens de Ser Invisível, um livro tão único, e tão especial, é essa simplicidade que o autor conta a história do Charlie. O Filme é tão bom quanto o livro, o que é um raridade. Também posso dizer que Eu me sinto Infinito

    ResponderExcluir
  8. Este livro já está na minha meta de 2013, assim que eu terminar o livro irei ver o filme. Espero que seje tão bom quanto falam!
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/
    @aninnhlima

    ResponderExcluir
  9. Me senti bem assim quando li esse livro, me tocou profundamente, chorei horrores hahahaha

    follow me @rabanadacomgilo

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li o livro e nem vi o filme. Mas já tenho ele aqui e pretendo ver em breve. Só não sei se espero fazer a leitura primeiro. Enfim... mas o tanto que comentam positivamente, acho que vou gostar.

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não li esse livro, e nunca vi o filme, meu amigo tem, quero ler o mais rápido possível. Tenho uma fila enorme de livros para ler.
    http://svlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Tenho curiosidade pra ler esse livro só porque não entendi o filme e por causa do Charlie que parece ser um verdadeiro cavalheiro

    ResponderExcluir
  13. Eu ainda não li o livro nem assisti ao filme, mas tenho muita vontade!
    Todas as resenhas que já vi do livro são positivas e a cada vez mais tenho vontade de ler o livro!!

    ResponderExcluir
  14. As Vantagens de ser Invisível foi um dos livros mais bonitos e profundos que eu já li em muitos e muitos anos. A maneira como o autor conseguiu nos transmitir essa maré de informações e lições de moral é de uma façanha admirável. Eu concordo plenamente quando disse que o autor não deixou claro se Charlie realmente sofre algum tipo de distúrbio por causa do acontecido em seu passado, por mais que nós nos demos conta disso. A maneira como ele abordou os temas delicados de hoje em dia em uma época pouco tolerável, nos mostrou que a humanidade não mudou muito realmente. Esse livro é super indicado não só para quem deseja vivenciar momentos brilhantes, mas também para todos aqueles que queiram ir mais além. Por que como foi dito, ele nos faz ser infinitos.

    ResponderExcluir
  15. Olá Gabi! Vou começar a ler esse livro hoje, e sua resenha me despertou ainda mais interesse sobre ele, acho que de alguma forma eu me identifiquei com o personagem... Bjs...
    anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Assisti, o filme ontem. Quero muito ler o livro.

    ResponderExcluir
  17. Minha experiência com esse livro foi bem interessante, porque no início da leitura eu pensava que não iria me surpreender com a vida de Charlie, o achava muito monótono. Depois percebi que não era uma característica aleatória da personagem. O discurso de Sam quando ela está fazendo as malas descreveu todo o meu pensamento acerca de Charlie.

    Também fiz uma resenha no meu blog, se você puder dar uma conferida depois. ;)

    http://alguns-discursos.blogspot.com.br/2014/05/book-2-movie-as-vantagens-de-ser.html

    ResponderExcluir
  18. Minha experiência com esse livro foi bem interessante, porque no início da leitura eu pensava que não iria me surpreender com a vida de Charlie, o achava muito monótono. Depois percebi que não era uma característica aleatória da personagem. O discurso de Sam quando ela está fazendo as malas descreveu todo o meu pensamento acerca de Charlie.

    Também fiz uma resenha no meu blog, se você puder dar uma conferida depois. ;)

    http://alguns-discursos.blogspot.com.br/2014/05/book-2-movie-as-vantagens-de-ser.html

    ResponderExcluir
  19. Muito bom o texto, no entanto gostaria apenas de fazer um atento para o parágrafo final que trás o termo "homossexualismo" ao invés de "homossexualidade", sendo este o mais correto/adequado. Acho interessante que fosse feita essa correção. :) Uma boa tarde!

    ResponderExcluir
  20. Muito bom texto, no entanto gostaria de fazer um atento para o ante penúltimo parágrafo que trás o termo "homossexualismo"ao invés de "homossexualidade", sendo este o mais correto/adequado. Acharia interessante se fosse feita essa correção. ;) Uma boa tarde.

    ResponderExcluir
  21. Eu amo esse livro! Eu li ele ano passado e ele realmente me fez pensar muito sobre as coisas que ele conta e que os adolescentes enfrentam. Eu me acho até um pouco parecida com Charlie, não pelas coisas que ele passa, mas sim com quem ele é. Esse livro é incrivelmente incrível! Recomendo ele.

    ResponderExcluir
  22. As Vantagens de Ser Invisível foi um dos livros mais lindos que eu já li e sinceramente não consigo dizer o porquê exatamente. Charlie é um personagem tão amável, apesar de todos os problemas que ele tem e enfrenta. O livro deve ser tipo um xodó do autor, porque o filme ele dirigiu também. O livro é bem mais "pesado" do que o filme, mas ambos são incríveis.

    ResponderExcluir
  23. As vantagens de ser invisível,foi um livro mt inspirador pra mim amei... quem ainda não leu eu recomendo.E o tp de livro que fz vc pensar sobre tudo...

    ResponderExcluir
  24. Não entendi por que ele não quer ser descoberto ele já deve ter uns 40 anos por ai , minha História é menos interessante do que a dele ou talvez seja igual por que eu não sou eu mesma não saio em festas e muito menos tenho amigos , felizmente ninguém de quem eu gosto morreu por que não tem ninguém de quem gosto além do meu namorado minha família nem se importa comigo , já pensei em suicídio várias vezes .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc não deveria pensar assim, a vida é tão linda e única pra tentar sair dela. Quando estiver triste se entregue a Deus, ele te ouve e deseja o melhor pra vc. Muitas vezes já me peguei muito triste, tbm nao tenho amigas(os) mas eu tenho Deus que me protege de o vazio q sinto. Fique bem, precisar de alguém p conversar estou aqui.

      Excluir
  25. Resenha definitivamente cera, esse é um livro que realmente e faz pensar em tudo, esse livro te envolve de uma forma em que você não pode parar de ler até chegar ao fim, Charlie é tão puro que se torna impossível não se apaixonar pelo enredo do livro. Parabéns!

    ResponderExcluir
  26. Alguém saber dois templo verbais desse livro?

    ResponderExcluir
  27. Estou lendo o livro e estou adorando. Não gostava de ler, mas com esse livro comecei a gostar...

    ResponderExcluir
  28. Procurei ler resenhas após assistir ao filme justamente para tentar entender as lacunas e, pelo que li, as lacunas existem também no livro o que demonstra que o filme conseguiu transmitir corretamente o que o livro diz. Confesso que assisti ao filme pela Emma Watson e ter lido algumas frases de impacto e ter gostado delas, mas em si o filme é tão confuso quanto as alucinações de Charlie.
    Quanto às cartas, acredito que ele não as enviava para ninguém. Deve ter sido um método para poder fugir da solidão após a morte do melhor amigo e todos os traumas que ele possuía.

    ResponderExcluir
  29. Eu apenas assisti o filme e estou com vontade de ler o livro. Mas me tirem uma duvida. A tia falecida, abusava dele quando criança?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que sim, pelo que entendi do livro sim,essa parte não é muito detalhada no livro, mesmo assim, leia vale muito a pena. Esse livro me mudou muito

      Excluir
  30. que resenha fod# pqp parabens

    ResponderExcluir

.