Livro: A Turma
Título Original: Popular
Autor (a): Alissa Grosso
Editora: Gutenberg
Páginas: 288
ISBN: 9788582350591
O ensino médio está prestes a acabar, mas ela tem medo de perder tudo o que faz dela quem ela é. Até que seu grande segredo é descoberto… Este romance conta a história de Hanna Best, uma líder popular idolatrada e a estrela do ensino médio de sua escola. A turma existe por causa de Hanna, e tudo gira em torno dela, mesmo com o apoio incondicional das amigas Gilda, Olivia, Sheila e Patrícia, além de Alex, seu namorado fofo, gentil e amoroso. Todos estão sempre lá para ajudar. As amizades, o colégio e a rotina são sua referência e segurança no mundo, mas essa vida está prestes a acabar com o fim do ensino médio, e isso é apavorante para a jovem. Porém as coisas começam a ruir bem antes, quando uma reviravolta revela o profundo e chocante segredo de Hanna, que só Alex conhecia. E é somente vencendo dores antigas e questões profundas que uma nova fase poderá começar na vida de todos. Com uma história surpreendente, A turma fará você se apaixonar por Hanna, e sentir na pele os dramas, sentimentos e conflitos adolescentes da protagonista, em uma profunda e comovente narrativa.


     Hanna Best é a garota mais popular da escola. Linda, simpática e querida por todos, leva a vida perfeita de uma garota de colegial. Apesar disso, nem todos têm o privilégio de serem amigos da moça: A Turma, formada por quatro meninas e liderada por Hanna, é o grupo mais seleto – e incomum! – da Fidelity Elementary. Sheila é invejosa e está louca para roubar o posto de rainha do colégio da queridinha por todos; Patrícia é quieta e adora tirar fotos; Gilda é um tanto dark e está sempre de mau humor, e Olivia é a primeira menina a ser escolhida para o grupo, sendo a melhor amiga de Hanna desde o jardim de infância. Todas são extremamente diferentes e concordam em apenas com algo: Alex, o namorado de Hanna, é estranho, e nunca deveria namorá-la. Elas não conseguem entender como um cara tão quieto, anti-social e introspectivo foi acabar com a menina mais cool de toda a escola.
     Entre todas as dúvidas e intrigas das típicas adolescentes, uma dúvida assombra Hanna: o que será de sua vida assim que terminar seu último ano como estudante? Hoje, ela é a descolada Hanna Best, mas assim que partir para a faculdade será apenas outra alguém. Ela está com medo disso, e irá fazer tudo o que está ao seu alcance para conseguir manter A Turma junta, e fazer deste ano o melhor de todos.

     O livro se divide em duas partes, a Parte Um, “A Turma”, e a Parte Dois, narrada por Alex. A parte inicial é narrada pelas cinco integrantes da turma, e como elas são completamente diferentes é muito fácil saber quem é quem. A autora conseguiu transmitir com perfeição cada personalidade, como elas conseguem discordar em tudo, o que se mostra muito importante com o decorrer da história. Essa parte, entretanto, foca na Lista – uma lista que Hanna libera com os nomes dos convidados para sua próxima festa exclusiva –, na popularidade da menina, ou em como o resto do grupo se sente por Alex. Confesso que achei essa parte um pouco enfadonha e exagerada demais, pois alguns detalhes eram simplesmente sem sentido. Não há nenhum acontecimento importante, e esses capítulos do livro ficam superficiais, indo e vindo. Várias vezes me peguei imaginando aonde a autora queria chegar com toda essa enrolação, se algo de surpreendente iria acontecer – e foi justamente nesse ponto que me fui pega de surpresa.
    A partir da segunda parte, narrada por Alex, a grande (e eu digo grande mesmo!) reviravolta do livro acontece. Acontece que Alex é o ponto chave de todos os acontecimentos, e o único que sabe o segredo imenso que Hanna guarda. Enquanto lia tudo o que houve antes de o mistério ser revelado, nunca me passou pela cabeça que aconteceria o que aconteceu – o que por si já é muito bom, já que esse tipo de livro, o que você não consegue ter ideia do que vai ocorrer, é meu preferido – e gostei muito do modo como a autora criou tudo. As coisas se desenvolvem de um jeito que, além de você precisar prestar atenção na história, o modo como ela foi contada é tão importante, quiça mais, como ela em mesma.
     O trabalho da Editora Gutenberg com a estética e a revisão ficaram excelentes, e adorei a capa do livro: apesar de desenhos geralmente não me agradarem muito, acredito que a capa se encaixou bastante na história, e até mesmo o título, A Turma, ficou melhor do que na versão original (Popular).
    Como já disse, os personagens são extremamente importantes para a história, mas, além disso, adorei o modo como me surpreendi com eles. Alex é o exemplo perfeito disso: no começo duvidei do caráter do moço, mas apenas quando li o livro por seu ponto de vista que descobri como ele é gentil, atencioso e dedicado à Hanna, como realmente gosta dela por ser quem é, e não apenas pelo o que os outros pensam.
A Turma é uma história inteligente, e mais do que tudo, surpreendente. Sim, o começo é um tanto tolo e juvenil, e as personagens podem ser infantis, mas aconselho você a não parar o livro até, no mínimo, chegar a parte narrada por Alex, que é onde tudo faz sentido.
Primeiro parágrafo do livro: 
"Ser popular tem seus privilégios, mas poder escolher suas matérias do ensino médio não é um deles. Infelizmente, ser o braço direito da garota número 1 da escola não é suficiente para me livrar de uma manhã inútil, dedicada aos estudos, em meu último ano. (...)"
Melhor quote:
"Foi por isso que ela criou a turma, e a gente sempre esteve lá pra ajudar. Mas não se pode ser criança pra sempre. Quando você se torna um adulto, as pessoas esperam que você consiga se virar sozinha. A Hanna não sabe ficar sozinha."


Deixe um comentário

.