Título: O Trio
Autor (a): Alane S. A. Brito
Editora: Novo Século - Novos Talentos
Páginas: 512
ISBN: 9788576797296
Edição: 1ª
Acabamento: Brochura


Davi ainda precisou de uns instantes para organizar mentalmente o enredo da história... De fato, para ele mesmo, seria muito bom expor suas lembranças e assim, após tantos anos, alguém mais saberia quão especial ele considerava ter sido a sua infância...”
Davi achava que seus piores problemas seriam dividir o forte sentimento que ele e seus dois amigos, Nelson e Jordan, nutriam pela mesma menina e tentar tornar a conturbada vida de um deles menos sofrida. Até que ao completarem dezoito anos a pequena vila no meio do nada onde moravam é invadida por homens violentos.
É quando começa o maior desafio de suas vidas...
Davi e Nelson conseguem fugir com mais alguns e, após se deparar com o sofrimento do amigo, Davi sente-se obrigado a retornar ao palco do grande massacre para resgatar Jordan. Para levarem ajuda aos outros sobreviventes que estão aprisionados, os três terão que juntar forças com seus desafetos, a fazer difíceis escolhas e acabam descobrindo que, no fundo de suas almas, guardam uma grande garra e coragem jamais experimentados por nenhum deles...
Existem erros tão graves que jamais possam ser perdoados? Abriria mão de um verdadeiro amor por causa de uma grande amizade?


      Valentino Duarte era uma vila localizada no interior do Goiás, habitada por harmoniosas famílias, que prezavam a lealdade, a honestidade e o bom senso. A justa divisão de tarefas e a solidariedade, eram regras, e a paz sempre reinava com plenitude.
        Mas os casos de furtos não demoraram a aparecer, a fim de abalar o equilíbrio de Valentino Duarte. Seu Euclides, o “líder” da vila, não hesitou em ir à busca do ladrão, revistando casa por casa, sem que ninguém fosse previamente avisado. Foi assim que encontraram os objetos de diversas famílias no quarto de um adorável garoto, chamado Jordan.  E é através desse lamentável acontecimento que o livro segue, contando a história do “O Trio”, composto por Davi, o protagonista, Nelson e o infortunado Jordan.
         Com mais desastres e conseqüências de ações de vandalismo, que sempre apontavam Jordan – antes, visto como um menino exemplar – como autor, Davi e Nelson não sabem se devem confiar mais em seu amigo, mesmo este negando qualquer envolvimento. Mas como confiar um amigo, levando em conta, as evidencias que o denunciava? O que é uma palavra comparada à uma prova?
        Surpreendendo minhas expectativas, O Trio se mostrou um livro bem construído, com lições que podemos ter contato em todas as situações, e com uma impressão de realidade muito difícil de ser quebrada.
        Esperava um livro mais comum, com uma história destinada ao público infantil, que tivesse um final clichê, e acontecimentos banais. Mas foi lendo seu primeiro capitulo que percebi um ponto forte da obra: a facilidade como ela lhe envolvia, a facilidade com que ela lhe convencia de que tudo presente no livro existia, e que todos acontecimentos realmente vieram a acontecer.
          Quando menos esperava, já havia lido o livro em poucos dias, odiando pela conquistadora história ter acabado.  O Trio me fez chorar, refletir, e agradecer tudo o que eu tenho em minha vida. Com cenas de tirar o fôlego – nunca prendi tanto a respiração em minha vida – e uma linha temporal isenta de qualquer furo, o equilíbrio da obra é inquestionável.
         Todos os personagens são reais, concretos, com características únicas, e de fácil assimilação. Como questionar a existência de seres assim, tão bem construídos? Tão puros e tão errôneos? A apresentação de virtudes e defeitos é constante, e, portanto, a atenção e a análise são fundamentais para que o leitor não deixe passar nada.
           Em nenhum momento O Trio foi monótono. Pelo contrário, sair de uma história nunca foi tão difícil, pois ela nos encarnava no local descrito. Você consegue visualizar cada cena: a temperatura, o cheiro, a poeira, o barulho dos festejos e a própria respiração de Davi. Contudo, sua descrição não é exagerada, mas, na intensidade certa para que estejamos também presentes, assistindo tudo, como impotentes fantasmas.
         Seu final foi espetacular! Nada de clichês, nada de vale-vidas. Não deixei de pensar: “ A autora sabe o que faz... Ou melhor, deixa que a história se torne real e busque o seu caminho, o caminho que buscaria se tudo realmente existisse”. Nunca me senti tão marcada por um final, tão triste, e, ao mesmo tempo, tão satisfeita, aceitando – sem hesitar – que essa história estava correta desde seu inicio.
             As folhas, fonte e tamanho da letra, contribuem muito para a leitura. Sua capa não é tão bonita, mas é perfeita para o livro. Toda vez que a enxergo, vejo-me novamente na trama. Não esperava menos de sua estética, pois cumpriu sua finalidade.
            Mas o mais incrível nesse livro é seu conteúdo. Lições são sempre importantes para nós, e é isso que eu mais sinto falta nas tendências do momento. Acho que esse livro é perfeito para as professoras de literatura passarem para seus alunos, um livro que eu gostaria que eu tivesse tido contato mais cedo.  Indico o livro para todos os tipos de leitores! O Trio, com toda certeza, é um livro que traz muita atribuições, e, pelo menos uma delas, vai conquistá-lo.
Primeiro Parágrafo:
 “Davi dirigia pela estrada de terra olhando quase vidrado a paisagem que se mantinha praticamente intocada, como se o tempo nunca tivesse passado. [...]”
Melhor Quote:
“Os filhos vieram, a velhice viria se Deus assim quisesse, mas as lições que tivemos permaneceria para sempre recentes. Nada acontece em vão realmente. Sofrimentos, alegrias, decepções, tudo tem um sentido, e cabe a nós tentar compreender o que está nos ensinado.  Não adianta querer apressar o desfecho de nada, pois, sem duvida, tudo acontece quando tem que acontecer”


18 Comentários

  1. Nossa que empolgação! Achei o livro muito interessante, eu sou apaixonada em livros que passam lições, gostei muito do livro e da resenha! Poxa até que a capa é bonitinha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! O livro realmente me encantou! A capa é bonitinha sim ^^
      só não me chamou a atenção de cara. Foi lendo mesmo, que senti a "interação" entre a história e a estética do livro!

      Beijos, Lê Lançanova
      Equipe Palácio de Livros

      Excluir
  2. Letícia!!!!! Agora quem prendeu a respiração fui eu!!! Que resenha maravilhosa!! Uma das mais bem escritas que li! Sem spoilers, tudo na devida ordem... Agradeço demais suas palavras, ergueram verdadeiramente o meu ego! Obrigada de coração! Minha felicidade é indescritível nessas horas e não sei mesmo o que dizer, apenas agradecer muito! Obrigada, obrigada, obrigada!
    Beijão!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A resenha só depende do livro, e o seu, Alane, foi de arrepiar!
      Lhe agradeço também pela oportunidade. Não foi só mais um livro que me entreteve, mas uma grandiosa lição!

      Beijo!

      Excluir
  3. Olá, Letícia!
    Quando li O Trio, lembro ter comentado que esse livro poderia ser facilmente comparado aos grandes clássicos da literatura e concordo com você: iria gostar muito caso tivesse estudado essa história quando ainda estava na escola.
    A escrita da Alane é completamente contagiante e foi escrito tudo da maneira correta, por isso o considero como um dos melhores nacionais que li em 2012.
    Vale lembrar também que a Alane é uma pessoa fantástica né?

    Ótima resenha!
    Beijos
    Ricardo - www.blogovershock.com.br

    ResponderExcluir
  4. Gostei da história... gosto dessas coisas que acontecem em cidades pequenas!

    ResponderExcluir
  5. Fiquei interessada só por causa da sua resenha, rs.

    Não conhecia o livro e a sinopse, apesar de boa, não deixa transparecer que a leitura será bem próxima da realidade.

    Gosto de tramas assim, com personagens bem reais e que nos aproximem do cotidiano, sem tantas fantasias e tals.

    Bjo.

    ResponderExcluir
  6. Adoooro esses livros de novos talentos, ainda mais porque recebem ótimas avaliações. Orgulho de ser brasileira, haha!

    Beijos,
    Caroline, do Criticando por Ai

    ResponderExcluir
  7. Gostei da história, mas fiquei com um pé atrás pra ler.
    Beijos, Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro mas o achei interessante. Gosto de livros que trazem lições de vida.
    Bjs

    Joyce
    entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. O livro me parece ser bom, a autora (aparentemente) consegue mostrar uma realidade mais atual. Gostei do livro, os autores nacionais esta o me impressionando cada vez mais.

    ResponderExcluir
  10. Simplesmente sou apaixonado por este livro! Preciso dele, o mais fofo e mais cuidado da minha ''coleção filhote'' !!
    Ainda não li, mas estou louquinho para começar! Uhhhuhu!
    Alaneeeeeeeeeee, eu tô aqui \o/ uuhuhuhuhuhuuhul

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabriel!!!! \o/ \o/ rsrsrsrsrs

      Excluir
    2. Oi Alaneeeeeeeeee!! \o/ rsrsrsrsrsrs'

      Excluir
  11. Adorei a resenha do livro ele realmente parece ser bom, a capa é bem bonita!

    xoxo

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia o livro e nem a autora, mas sua resenha me encantou e O Trio já está na minha lista de 2013.

    ResponderExcluir
  13. nem conhecia, quandu olhei a capa já adorei !

    ResponderExcluir
  14. Eu não conhecia esse livro, mas a julgar pela resenha maravilhosa e pelas 5 estrelas ele realmente deve ser maravilhoso, vai entrar na minha lista com certeza.
    beijos

    ResponderExcluir

.